VANDA BOUTIQUE

VANDA BOUTIQUE

domingo, 28 de maio de 2017

Governador Dix-Sept Rosado: Casal é morto a tiros na noite de sexta (26)

Da redação com Nosso Paraná RN
Informações O Câmera
Francisco Pablo Teixeira Filgueira 28 anos de idade, residia na Rua José Lopes Lucas, por trás da Delegacia de Polícia da cidade e Marina Rane Martins de França, de 21 anos foram mortos no início da noite desta sexta-feira (26) Sitio Cigana, na cidade de Governador Dix-Sept Rosado, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Segundo informações da polícia, as vítimas participavam de uma brincadeira, com um grupo de amigos e perceberam quando quatro criminosos em duas motocicletas, passaram na frente da casa, observando o movimento.

Pouco tempo depois os criminosos voltaram. Parte do grupo percebeu e conseguiram escapar, mas Pablo foi alvejado várias vezes e morreu no local. A polícia acredita que Marina ficou no meio do tiroteio e foi baleada com um disparo no peito. Ela chegou a ser foi socorrida para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró, mas não resistiu.


*O Câmera

Violência: Jovem de 23 anos é assassinada em Antônio Martins

Da redação com Nosso Paraná RN
Por Gilvan Alves
Uma jovem, de 23 anos, foi morta a tiros na noite deste sábado (27) no Bairro São José em Antônio Martins/RN. O crime ocorreu por volta das 19h40.

Os disparos ocorreram na Rua Francisco das Chagas de Lima. De acordo com informações Rosineide Paula Fernandes da Silva, conhecida como Naná, se encontrava em um bar olhando um jogo de baralho quando chegaram dois homens em uma motocicleta Honda titan, de cor vermelha, sem placa, ambos desceram do veículo de armas em punhos e passaram a disparar contra a jovem que morreu no local. A princípio dar para perceber perfurações nas costas, braço e ouvido. 

A Polícia Militar de imediato compareceu ao local e solicitaram uma equipe do ITEP-RN para os exames de praxe.

A Polícia civil também se encontra no local dando início às investigações. A motivação para o crime ainda é desconhecida e ninguém foi preso até o momento.

sábado, 27 de maio de 2017

Começou o São João no Mercadinho São Vicente - Rede Oeste

O clima de São João já chegou no Mercadinho São Vicente - Rede Oeste, e quem faz a festa de economia é você.

Venha economizar no arraiá do Mercadinho São Vicente - Rede Oeste.

Confira nosso São João de preços baixos:


RN atinge marca de 1.000 homicídios em 2017, diz instituto

Levantamento do Observatório da Violência Letal Intencional revela que número é 27,6% maior do que o registrado no mesmo período de 2016. Secretaria de Segurança diz que não vai comentar.

Da redação com G1 RN

A Norte continua atingindo e superando marcas preocupantes. Neste sábado (26), segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida – o estado chegou a 1.000 assassinatos registrados somente este ano – o que dá uma média de 6,8 homicídios por dia. A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública disse que o órgão não vai cometar os dados do OBVIO.

“Uma pena. Nós não merecemos isso”, disse o especialista em gestão e políticas de segurança pública Ivenio Hermes, que também é coordenador do instituto. “O tratamento inadequado às causas da violência não gera um entendimento amplo do fenômeno da violência no Rio Grande do Norte, e isso se mostra nas ausências do Estado em diversas áreas que se correlacionam em políticas de segurança pública”, comentou.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, ou seja, levando em consideração a quantidade registrada de pessoas vítimas de homicídio entre 1º de janeiro e 27 de maio de 2016, o ano de 2017 já contabiliza um crescimento de 27,6%.

"O Estado simplesmente não consegue promover meios de reduzir a violência de forma duradoura"

“As ações de redução não se sustentam porque as lacunas deixadas pelo Estado se tornaram um espaço propício para o crescimento da influência de grupos de criminosos. Ao deixar de priorizar investimentos para reforçar os três principais retroalimentadores da violência: a impunidade, o tráfico de drogas e o descontrole no sistema carcerário, o Estado simplesmente não consegue promover meios de reduzir a violência de forma duradoura”, critica Ivenio.

“Seguindo essa sequência de perdas de espaço, onde as ausências do estado são supridas pelos criminosos nas comunidades, 2017 já desponta como o ano mais violento da história do Rio Grande do Norte”, acrescenta o especialista.

Além de homicídios dolosos, entram na estatística elaborada pelo OBVIO outros crimes violentos que resultem em morte, como roubo (no latrocínio), estupro ou lesão corporal seguidos de morte. Cadáveres e ossadas encontradas e mortos em confrontos policiais também são considerados.

Cidades mais sangrentas

Em Natal, foram 264 assassinatos entre 1º de janeiro e o início desta manhã, dia 14 de maio. Na lista das cidades mais violentas do no estado, também preocupam:
  • Mossoró, com 107 homicídios contabilizados;
  • Parnamirim, com 69;
  • Ceará-Mirim, com 64;
  • Macaíba, com 40;
  • São Gonçalo do Amarante, com 35.

Capital mais violenta do país

No início do mês, uma pesquisa elaborada e divulgada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, revelou outro dado preocupante ao apontar Natal, a capital potiguar, como a 10ª cidade mais violenta do mundo. A lista, que possui 50 cidades, inclui 19 cidades brasileiras. Destas, Natal é a primeira, com 69,56 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes.


Contas de luz de junho terão bandeira verde, sem acréscimo na tarifa

Da redação com Agência Brasil
Por Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de junho será a verde, o que significa que não haverá custo extra para o consumidor. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o retorno da bandeira verde foi possível pelo aumento das chuvas nos reservatórios das hidrelétricas em maio e pela perspectiva de redução do consumo de energia elétrica no país.

Desde abril, a bandeira estava vermelha, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A previsão da Aneel era que a bandeira tarifária vermelha patamar 1 continuasse em vigor até o fim do período seco, que vai até novembro.

Como funcionam as bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente.

Edição: Luana Lourenço

Com inovação em serviços e gestão, Correios buscam saldo positivo em 2017

Da redação com Agência Brasil
Por Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil
Para reverter os prejuízos bilionários dos últimos dois anos, os Correios querem buscar alternativas aos serviços postais, que vêm sendo cada vez menos utilizados no país. Segundo o presidente da empresa, Guilherme Campos, o objetivo é rentabilizar e potencializar a rede de agências dos Correios, que estão espalhadas por todo o país.

“Precisamos achar alternativas para a queda da atividade postal. É algo que já foi feito nos grandes correios do mundo há mais tempo”, disse Campos à Agência Brasil.

Em 2015, os Correios tiveram um prejuízo de R$ 2,1 bilhões, e um resultado semelhante deve ser registrado no balanço de 2016. Mas, para este ano, a expectativa é que a empresa reverta o quadro e consiga um resultado positivo para suas contas. “Estamos buscando, mas não está fácil. A missão que eu recebi quando fui nomeado foi a de recuperar a empresa”, diz o presidente.

A parceria com os governos será um dos focos, principalmente o governo federal. A ideia é aproveitar o grande número de agências espalhadas pelo país para prestar serviços. Uma possibilidade é a entrega de documentos como passaportes, carteira de trabalho e título de eleitor. A empresa já criou uma vice-presidência de Setor Público, para estreitar o relacionamento com os clientes dos governos federal, estaduais e municipais.

“É uma oportunidade para que os Correios se tornem um grande balcão de atendimento do governo federal. Em todas as áreas que o governo tem que estar presente com o cidadão, poderíamos estar substituindo nas mais diversas formas”, explica o presidente.

Campos também cita ampliação do serviço de Correio Híbrido, que já é prestado pelos Correios, e une o envio de documentos de forma digital com a entrega física de papeis. Em abril, os Correios também iniciaram sua operação na área de telefonia móvel, com a venda de chips e recargas de celulares em agências. A meta é alcançar todos os estados até o fim deste ano.

Melhorias na gestão

Os Correios também estão mudando seu modelo de estrutura organizacional, para reduzir custos e otimizar as atividades da empresa. Nesta semana, foi anunciada uma reestruturação que inclui a extinção das atuais quatro unidades de negócios da empresa: postal, de encomendas, logística e de varejos. Elas serão transformadas em duas unidades: uma comercial e uma operacional.

“Isso vai otimizar o serviço, trazer mais sinergia entre as áreas e diminuir os custos, enxugando a estrutura”, diz Campos. A nova estratégia e a nova estrutura fazem parte do programa de transformação da estatal, chamado Dez em 1, que também estabeleceu medidas como uma gestão de custos por meio da metodologia Orçamento Base Zero e a priorização de processos-chave para aumentar a produtividade.

Demora para adotar medidas

Na avaliação de Campos, a demora dos Correios para encontrar alternativas aos serviços postais comprometeu a situação da empresa. “A demora na adoção de providências tem impacto na vida da empresa, de todos aqueles que trabalham nos Correios. É algo necessário que não vinha sendo praticado”, diz o presidente.

Campos também cita como um dos componentes que impactam nas contas dos Correios os gastos com o plano de saúde, que em 2015 representaram R$ 1,6 bilhão. Mudanças na estrutura de pagamento do plano estão sendo mediadas pela Justiça do Trabalho.

Atualmente, o plano de saúde da estatal atende 400 mil beneficiários, sendo que 141,7 mil são titulares e 258,7 mil são dependentes, incluindo filhos, cônjuges e pais dos funcionários. Em média a empresa paga 93% das despesas e o empregado arca com 7%.

Em março, a empresa anunciou o fechamento de 250 unidades, em municípios com mais de 50 mil habitantes. Os Correios também já promoveram duas etapas do Plano de Desligamento Incentivado, com a meta de adesão de 8 mil funcionários.

Edição: Lidia Neves

Presidente do IBGE assumirá o BNDES após saída de Maria Silvia

Da redação com Agência Brasil
Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

O presidente Michel Temer convidou o presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Paulo Rabello de Castro, para assumir o comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no lugar da economista Maria Silvia Bastos Marques, que entregou o cargo na tarde de hoje (26).

Maria Silvia alegou razões pessoais para deixar a presidência do BNDES. Menos de cinco horas depois da oficialização da saída da agora ex-presidente do banco, o governo confirmou o nome de Castro, também economista, para substituí-la. A posse deve ocorrer na semana que vem. O Planalto ainda não informou quem ocupará a presidência do IBGE.

Maria Silvia esteve no Palácio do Planalto no início da tarde, por volta de 14h30, para conversar com Temer sobre sua saída. Ela estava no cargo desde maio do ano passado.

Edição: Luana Lourenço

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Água Nova: CRAS e Conselho Tutelar promoveram palestra sobre violência sexual contra crianças e adolescentes

Palestra aconteceu na última quarta-feira (24), na sede do CRAS, e foi ministrada pelo o juiz da Vara da infância e juventude de Pau dos Ferros, Osvaldo Cândido de Lima Junior.

DA REDAÇÃO COM ÁGUA NOVA NEWS
POR GERAL
ÁGUA NOVA, RN - O juiz da Vara da infância e juventude de Pau dos Ferros, Osvaldo Cândido de Lima Junior, ministrou, na última quarta-feira (24), na sede do CRAS, palestra sobre a temática da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes em um evento promovido pelo Conselho Tutelar em parceria com o Centro de Referência da Assistência Social – CRAS.

O evento, que faz referência ao dia de 18 de maio – Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, deveria ter acontecido na última quinta feira, (18), mas, por motivos justificados, foi adiado para o dia (24) de maio, uma quarta-feira.

Em sua fala, o juiz abordou aspectos relativos à atuação do judiciário no âmbito da defesa dos interesses individuais indisponíveis, dentre os quais se inclui o direito da criança e adolescente. Ele falou sobre os deveres da família, sociedade e Estado em garantir respeito aos direitos das crianças e adolescentes, os protegendo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

O juiz destacou, ainda, questões relativas ao abuso sexual na família, à necessidade de romper o silêncio e sobre a importância da denúncia como forma de punir os responsáveis e coibir novos abusos. Ele orientou, também, sobre o papel dos pais no trato com as crianças e adolescentes vítimas de abuso ou exploração sexual, o dever de denunciar às autoridades competentes e o procedimento adotado desde a comunicação do fato até a instauração do processo judicial. Por fim, foi abordado os temas da pedofilia e dos crimes sexuais contra a criança e adolescente, além das penas previstas para estes casos.


Portal CCNS apresenta a 8ª candidata ao "Gata Vip 2017"

Conheça Virgínia Teixeira de Oliveira, 18 anos, vem da cidade de Martins/RN a 8ª (oitava) concorrente ao título de "Gata Vip 2017" do portal CCNS.

Sejuc divulga nomes e fotos de 89 presos fugitivos de Parnamirim

Da redação com Mossoró Hoje













A Penitenciária Estadual de Parnamirim registrou fuga em massa durante a madrugada desta quarta-feira (25), através de um buraco cavado ao lado de um dos muros do presídio. Pelo túnel de 30 metros de extensão, fugiram 89 detentos. Essa é a maior fuga da história do sistema prisional do Rio Grande do Norte. 

Na tarde de hoje, a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) divulgou a lista com nomes de todos os fugitivos. Veja LISTA DE NOMES e FOTOS 

Até então, a maior fuga registrada no RN havia sido durante a rebelião de Alcaçuz, em março deste ano.

A penitenciária de Parnamirim tem capacidade para 400 presos, mas estava com 600. Essa fato motivou decisão judicial esta semana, quando a Justiça proibiu que novos presos entrassem na unidade.

Neste momento, buscas estão sendo realizadas no entorno da penitenciária. Um drone será usado para sobrevoar a área em busca dos fugitivos. A Polícia Militar acredita que dois carros tenham sido usados para dar apoio a fuga. 

Fernandinho Beira-Mar chegou ao Presídio Federal de Mossoró na noite ontem, 25

Da redação com Mossoró Hoje
Reprodução

O traficante Fernando Luiz da Costa, conhecido como "Fernandinho Beira Mar", foi transferido na tarde desta quinta-feira (25), da Penitenciária Federal de Porto Velho para a Penitenciária Federal de Mossoró. Segundo fonte do MOSSORÓ HOJE, o carioca deve desembarcou no Aeroporto Dix-Sept Rosado, na noite de ontem. 

Segundo o jornal Tribuna do Norte, Beira Mar ficará preso em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) que impede contato com outros presos da unidade. Beira Mar é condenado a quase 320 anos de prisão por crimes de tráfico de drogas, formação de quadrilha e homicídio.

Essa não é a primeira vez que o traficante fica detido no presídio federal de Mossoró. Em fevereiro de 2011, ele foi transferido para a unidade. Um ano depois, ele seguiu para o presídio federal de Rondônia. 

Atualmente, também estão custodiados em Mossoró outros líderes da facção carioca Comando Vermelho (CV), é o caso de Márcios dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, e Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco.

A penitenciária de Mossoró é uma das cinco federais do Brasil e a única do Nordeste. O presídio tem capacidade para abrigar 208 homens. 

Nesta quarta-feira (24), a operação Epístola, da Polícia Federal, prendeu Marcos Marinho dos Santos, o Chapolin, em Fortaleza. Ele foi identificado pela Polícia Federal como Braço-direito de Fernandinho Beira-Mar. 

Ao todo, 35 mandados de prisão e 27 de condução coercitiva foram cumpridos no Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rondônia. Todos os alvos têm ligação com a quadrilha de Fernandinho Beira-Mar. 

Governador Robinson Faria realiza promoção de mais 38 policiais civis no RN

'Estamos cumprindo a legislação, promovendo a valorização e estimulando os policiais civis que têm importante função no enfrentamento à violência', disse o chefe do executivo

Da redação com AGORA RN














O governador Robinson Faria confirmou nesta quinta-feira 25 a efetivação da promoção de 29 agentes, três escrivães e seis delegados da Polícia Civil. “Estamos cumprindo a legislação, promovendo a valorização e estimulando os policiais civis que têm importante função no enfrentamento à violência”, afirmou o governador.

Robinson Faria também destacou os esforços que a administração estadual vem fazendo para melhorar os serviços como aquisição de equipamentos e realização de curso de qualificação profissional. Em 2015 foram promovidos outros 809 policiais civis, sendo 74 delegados, 60 escrivães e 675 agentes de polícia civil.

A secretária de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Sheila Freitas disse que a atualização das promoções “mostra o compromisso e a atenção do Governo aos policiais e a preocupação em melhorar sempre os serviços prestados ao cidadão”.

Para a vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol-RN), Ana Cláudia Saraiva, a atualização das promoções “respeita os direitos da categoria e a legislação. Só temos a agradecer e reconhecer o compromisso da administração estadual com a segurança pública”.

RN e estado chinês formalizam parceria para projetos futuros

No encontro, foi selado um acordo que tornou Jiagxi e o RN “estados- irmãos”, o que facilita a consolidação de projetos futuros, principalmente na mineração

Da redação com AGORA RN















O Rio Grande do Norte ainda colhe os frutos da visita da comitiva do Governo do Estado à China. Na noite desta quinta-feira, o governador Robinson Faria recebeu em seu gabinete um grupo de investidores e líderes chineses de Jiangxi, estado de grande relevância econômica naquele país. Na ocasião, foi selado um acordo que tornou Jiagxi e o RN “estados- irmãos”, o que facilita a consolidação de projetos futuros.

“Mais uma vez, chineses vieram ao Rio Grande do Norte em busca de parcerias com o nosso estado. Eles estão interessados em investir em várias áreas, sobretudo na parte de mineração”, assinalou Robinson Faria. “Nosso governo dará todo o apoio, segurança jurídica e agilidade para que eles se sintam confortáveis s e seguros para investir aqui”, acrescentou.

O estado de Jiagxi tem 46 milhões de habitantes, tem forte atuação na mineração, na fabricação de remédios e na área de tecnologias. A região tem tido um crescimento econômico médio anual de dois dígitos, e só no ano passado movimentou cerca de R$ 700 milhões de dólares em exportação com o Brasil.

“Nós temos muitas semelhanças, entre elas, o forte potencial para a mineração. Nosso segmento de Xelita está em segundo lugar no mundo. Podemos fazer muitas parcerias com o Rio Grande do Norte”, assinalou Huang Yuejin, governador de Jiangxi.

Acompanharam a reunião os secretários do Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo, de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, e o diretor do Idema, Rodinelle Oliveira.

Operação da PF combate tráfico internacional de drogas no RN

Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na manhã desta sexta (26) em cidades da Grande Natal. Investigação apontou que droga vinha da Bolívia.

Da redação com G1 RN
















A Polícia Federal cumpre uma operação na manhã desta sexta-feira (26) contra tráfico internacional de drogas em cidades do Rio Grande do Norte. A ação foi batizada de Moisés.

Foram expedidos cinco mandados de busca e apreensão nos endereços suspeitos. De acordo com as investigações, os entorpecentes eram enviados da Bolívia para serem refinados no RN.

Petrobras reduz preço da gasolina em 5,4% e do diesel em 3,5% nas refinarias

Da redação com Agência Brasil
Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil
Reprodução

A Petrobras reduziu em 5,4% o preço médio da gasolina nas refinarias e em 3,5%, o do diesel. Segundo a companhia, a decisão é resultado da avaliação feita pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP), acompanhando a política de preços anunciada em outubro do ano passado.

A estatal destacou que, como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas para as refinarias podem, ou não, se refletir no preço final ao consumidor. “Isso depende de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores.”

Pelos cálculos da Petrobras, caso o ajuste seja repassado integralmente e não haja alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o custo do diesel para o consumidor final pode cair 2,2%, ou cerca de R$ 0,07 por litro, em média; e o da gasolina, 2,4%, ou R$ 0,09 por litro, em média.

Influências

Conforme a empresa, o aumento significativo nas importações no último mês, contribuiu, predominantemente, para a redução, porque obrigou ajustes de competitividade da Petrobras no mercado interno. A empresa acrescentou que a política seguida tem como princípio a sua participação de mercado, que é também um dos componentes de análise considerado pelo GEMP.
A Petrobras informou que a importação de gasolina por terceiros para o mercado interno passou de 240 mil metros cúbicos (m3), em fevereiro, para 419 mil, em abril, e a previsão é que se mantenha em torno deste nível em maio. Já com relação ao diesel, a importação subiu de 564 mil m3, em fevereiro, para 811 mil, em abril. A expectativa é superar 1 milhão de metros cúbicos em maio. “Com isso, as refinarias da Petrobras podem chegar a um fator de utilização abaixo do último dado divulgado pela companhia em seus resultados trimestrais, que foi de 77%”, acrescentou a estatal.

O GEMP avaliou ainda os fatores relacionados ao preço dos derivados no mercado internacional e a oscilação da moeda nacional. A conclusão foi que os novos preços continuam com uma margem positiva em relação à paridade internacional. Assim, de acordo com a companhia, permanece o alinhamento à política anunciada e aos objetivos do plano de negócios 2017/2021.

Outra avaliação feita foi com relação à política de preços com correções, pelo menos, mensais. Conforme o comitê executivo, embora seja um avanço significativo em relação ao sistema anterior, essa política não tem refletido “tempestivamente as volatilidades de preços internacionais de derivados e câmbio entre as datas dos reajustes, fato agravado pelo acréscimo recente na volatilidade da taxa de câmbio”. Segundo a Petrobras, essa constatação tem sido, crescentemente, parte das discussões do GEMP e pode fundamentar ajustes de preços mais frequentes.

Edição: Davi Oliveira

Temer destaca votações no Congresso e diz que Brasil "não vai parar"

Da redação com Agência Brasil
Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil
O presidente Michel Temer gravou um pronunciamento, divulgado no início da noite de hoje (25) nas redes sociais, no qual destaca o trabalho do Congresso Nacional no dia de ontem (24), quando uma grande manifestação tomou conta da Esplanada dos Ministérios e foi também assunto nos plenários da Câmara e do Senado. Temer afirma que “o Brasil não parou e não vai parar” e enumera medidas que foram aprovadas pela base aliada no Congresso.

“O Brasil não parou e não vai parar. Continuamos avançando e votando matérias importantíssimas no Congresso Nacional. As manifestações ocorreram com exageros, mas deputados e senadores continuaram a trabalhar em favor do Brasil e aprovaram número expressivo de medidas provisórias, sete em uma semana”, disse o presidente.

Na tarde de ontem, a manifestação registrou cerca de 45 mil pessoas na Esplanada, de acordo com a Polícia Militar. Houve depredação de prédios públicos e confrontos entre grupos de manifestantes e a polícia, com registro de feridos. As sedes de três ministérios foram incendiadas e, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, houve danos em oito prédios, incluindo a Catedral Metropolitana de Brasília.

Temer exaltou os trabalhos na Câmara, que ocorreram sem a presença da oposição. Deputados da base aprovaram na noite de ontem (24) seis medidas provisórias (MPs) que trancavam a pauta de votações da Casa. Entre os projetos aprovados, Temer citou a Medida Provisória (MP) 759/16, que determina regras para regularização de terras da União ocupadas na Amazônia Legal e disciplina novos procedimentos para regularização fundiária urbana e rural até 2,5 mil hectares. “Há milhões de brasileiros que vivem sem a posse legal de sua casa ou de seu pequeno lote de terreno. Agora isso mudará. O governo vai entregar a escritura para famílias carentes de todo o país”, disse o presidente.

Temer ressaltou ainda a economia de R$ 1 bilhão no que chamou de “pente-fino no auxílio-doença”. A MP 767/17, aprovada ontem, trata da concessão do auxílio-doença, da aposentadoria por invalidez e do salário-maternidade no caso de o segurado perder essa condição junto ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e retomá-la posteriormente. A proposta aumenta o período de carência para a concessão de tais benefícios. O texto também cria um bônus para os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com o objetivo de diminuir o número de auxílios concedidos há mais de dois anos sem a revisão legal prevista para esse prazo.

O presidente também lembrou que o Congresso aprovou – ontem na Câmara e hoje no Senado – a MP que permite os saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os saques vêm sendo feitos desde março, mas a MP precisava ser aprovada para dar continuidade ao resgate do benefício.

“Para isso, quero agradecer aos presidentes da Câmara e do Senado e aos parlamentares da base aliada no empenho dessas votações. Meus amigos, o trabalho continua, vai continuar. Temos muito ainda a fazer, e este é o único caminho que meu governo pretende seguir: colocar o Brasil nos trilhos. Portanto, vamos ao trabalho”, concluiu o presidente. O vídeo com o pronunciamento foi disponibilizado na conta de Michel Temer no Facebook.
Edição: Amanda Cieglinski

quinta-feira, 25 de maio de 2017

'Enquanto eu for o governador, a Caern não será privatizada', diz Robinson Faria

Da redação com Mossoró Notícias
Por Alyson Oliveira
















Durante a manhã desta quarta-feira (24), dezenas de servidores da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) foram até o prédio da Governadoria protestar e buscar explicações quanto aos boatos de que a estatal seria privatizada.

O governador, ao lado do diretor presidente da Caern, Marcelo Toscano, atendeu a todos os servidores que estavam na frente do prédio e tranquilizou a todos quanto ao boato da privatização.

"Enquanto eu, Robinson Faria, for o governador, a Caern não será privatizada", disse Faria, durante um pequeno discurso que fez na frente dos servidores.

PF chama Temer para depor e advogado vê intimidação

Da redação com TRIBUNA DO NORTE

Brasília (AE) - A Polícia Federal procurou o advogado do presidente Michel Temer para marcar depoimento no inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a delação da JBS. A defesa solicitou que o peemedebista só seja ouvido após a perícia nos áudios gravados pelo sócio da empresa, Joesley Batista. O ministro Edson Fachin, relator do caso, disse à PF para dar continuidade “exclusivamente, da perícia em curso”, adiando a análise do pedido de Temer.

A PF não poderá ouvir o presidente até Fachin decidir se o depoimento pode ser feito antes da perícia - a “única diligência por ora deferida” - ou se será necessário esperar a conclusão da análise técnica. O áudio da conversa entre ele e Joesley está em análise no Instituto Nacional de Criminalística - o processo pode levar até 30 dias.
















Advogados de Temer, Antônio Mariz e Gustavo Guedes pediram também “que, se o Presidente da República for ouvido, deverá sê-lo em ato presidido por Vossa Excelência ou responder por escrito quesitos elaborados”. Fachin também vai deliberar sobre a solicitação.

“Com o devido respeito, entende-se como providência inadequada e precipitada, conquanto ainda pendente de conclusão a perícia no áudio gravado por um dos delatores, diligência extremamente necessária diante das dúvidas gravíssimas levantadas - até o momento - por três perícias divulgadas”, argumentou a defesa.

A PGR e a PF apuram se Michel Temer, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-MG) cometeram os crimes de corrupção passiva, embaraço à justiça e constituição e participação em organização criminosa. A defesa de Temer tem utilizado os questionamentos sobre o áudio como estratégia para atrasar o andamento do inquérito. Ontem, também a pedido da defesa, o ministro decidiu encaminhar à PF o laudo encomendado pelos advogados do presidente “para consideração”.

Segundo Mariz de Oliveira, advogado do presidente, uma escrivã da PF o procurou por telefone no fim da manhã comunicando a intimação. “Considero esse ato de ouvir o presidente antes da perícia ficar pronta, logo no início da instauração do inquérito, como um ato verdadeiramente de provocação, absolutamente ilegal, desnecessário, que apenas tenta desestabilizar a ordem institucional”, disse.O advogado argumentou que o presidente estará à disposição do ministro para depor ou para responder por escrito após a perícia na gravação.

Penitenciária de Parnamirim registra fuga em massa nesta quinta-feira

Da redação com TRIBUNA DO NORTE
Reprodução











Uma fuga em massa foi registrada na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) durante a madrugada desta quinta-feira (25). A ação aconteceu por volta das 4h da manhã, após detentos conseguirem escapar através de buraco cavado ao lado de um dos muros do presídio. 

saiba mais
As informações foram confirmadas pela direção do PEP. Até o momento não há informações de quantos presos conseguiram fugir da unidade prisional. 

Segundo a Polícia Militar, oito fugitivos conseguiram ser recapturados. Ainda de acordo com as informações, pelo menos dois carros teriam dado apoio na fuga dos detentos. Apesar da direção do presídio ainda não confirmar o número de fugitivos, a Polícia Militar estima que pelo menos 50 detentos conseguiram escapar da penitenciária. 

Neste momento, buscas estão sendo realizadas no entorno da penitenciária e a direção do PEP trabalha na recontagem dos presos.

No dia 7 de janeiro, 15 detentos conseguiram fugir do Pavilhão A do Presídio de Parnamirim através de um túnel. Na época, o então titular da Secretaria de Justiça e Cidadania, Walber Virgolino, afirmou inicialmente que a fuga teria acontecido após uma "falha da equipe de plantão".

PF prende condenado da Justiça foragido há 20 anos em Assu, RN

Condenado por homicídio em Santa Catarina, homem fugiu para o Nordeste e viveu por duas décadas com documentos falsos, segundo a PF.

Da redação com G1 RN





















Nesta terça-feira (23), a Polícia Federal prendeu em Assu, no interior do Rio Grande do Norte, um homem de 51 anos que há 20 anos fugia da Justiça. Ele foi condenado por um homicídio cometido em Joinville, Santa Catarina, na década de 1990.

Segundo a PF, o catarinense fugiu após o crime para o Nordeste, onde viveu durante esse tempo com documentos falsos. Tendo primeiro morado em Fortaleza, onde casou e constituiu família, o homem se mudou anos mais tarde para Natal e, depois, para Assu, onde trabalhava como churrasqueiro.

Condenado a 24 anos de prisão, o homem está sob custódia da Polícia Federal em Natal, onde aguarda a Justiça ordenar sua transferência para Santa Catarina.