sábado, 31 de janeiro de 2015

Visitante em casa, Verdão faz três em 35 minutos e tem estreia fácil


William Correia
São Paulo (SP)

O Palmeiras encarou a inusitada situação de ser visitante no Palestra Itália, neste sábado, mas não só se sentiu em casa, como cumpriu as expectativas com uma estreia fácil no Campeonato Paulista. Transformou o elogiado toque de bola do Grêmio Osasco Audax em um atalho para construir a vitória por 3 a 1 só marcando gols no primeiro tempo.

A insistência do adversário em trocar passes, mesmo no campo de defesa, foi tranquilamente vencida com uma marcação adiantada. E pela qualidade de Allione. O argentino deu passes para Leandro Pereira, aos seis, e Robinho, aos 13, balançaram as redes. Aos 35, foi a vez de Maikon Leite se redimir de mais uma chance ridícula desperdiçada na carreira e fazer 3 a 0. No último lance do jogo, já aos 48 do segundo tempo, Rafinha descontou para o adversário.

O palmeirense que já se animou com a estreia pode aumentar a expectativa para a próxima rodada. Diante da Ponte Preta, novamente no Palestra Itália, às 19h30 (de Brasília) de quinta-feira, o time deve contar com Alan Patrick e Dudu, recém-contratados e esperados para ajudar a equipe que já começa o Paulistão liderando o grupo C, com três pontos.

Já o Grêmio Osasco Audax só pode comemorar a bilheteria, motivo de sua escolha pelo Palestra Itália para mandar o jogo deste sábado – metade da renda de R$ 1.655.220,00 deve ficar com o clube. Sem nenhum ponto no grupo B, a equipe volta a entrar em campo às 19h30 de terça-feira, visitando o Botafogo em Ribeirão Preto.

O jogo – Oswaldo de Oliveira admira o estilo imposto por Fernando Diniz, que trabalhou como jogador com o técnico. Mas o Palmeiras encontrou uma solução para o toque de bola insiste do adversário: adiantou a sua marcação para forçar o rival a trocar passes no campo de defesa até o elogiado goleiro Felipe Alves desistir de ser armador e dar um chutão.

Com essa medida, apoiada principalmente na disposição dos jogadores, o Verdão facilitou a partida. O 4-2-3-1 de Oswaldo tinha Maikon Leite e Allione como pontoas que sempre tinham a bola para atacar pelos lados. Maikon Leite acumulava os erros que já o caracterizam, mas o argentino soube o que fazer com a posse, e muito mais rápido que o adversário.

Assim, logo aos seis minutos, Allione carregou a bola na esquerda na medida certa, tendo a mesma precisão para tocar rasteiro em direção à pequena área e Leandro Pereira desviar para as redes. Ficou a sensação de goleada, e o segundo gol só não aconteceu aos dez porque Maikon Leite, em nova boa jogada de Allione, conseguiu tocar por cima do travessão mesmo com a meta completamente vazia e sem nenhum marcador a seu lado.

A qualidade que faltou ao atacante, titular apenas porque Dudu precisa acertar a documentação para jogar, sobrou a Robinho, incumbido de armar o time porque Alan Patrick também está sem condições legais de atuar. Aos 13, uma jogada iniciada com grande desarme do zagueiro Vitor Hugo chegou à esquerda, de onde Allione, de novo, cruzou. Robinho conseguiu ajeitar o corpo para fazer domínio complicado e ampliar.

Vencendo por 2 a 0, o Palmeiras deu um passo atrás na marcação, permitindo que o Grêmio Osasco Audax mostrasse uma completa desorganização, sem assustar Fernando Prass e tocando a bola sem nenhum objetivo. Trocavam passes mesmo dentro de sua área e só não levaram outros gols porque Tobio atrapalhou na frente do gol e Allione parou no goleiro e no árbitro, que não marcou pênalti.

Enquanto Leandro Pereira tentava o seu segundo gol a todo custo, a insistência do adversário em sua filosofia. A ponto de dar uma redenção ao sempre criticado Maikon Leite. Uma saída errada de bola a deixou com Robinho, que deixou limpa para o atacante encher o pé e respirar mais aliviado, sentenciando 3 a 0 no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Verdão, que já tinha abdicado da marcação adiantada, diminuiu o ritmo. Permitiu que o Audax jogasse e se animasse até que Fernando Prass, enfim, teve que trabalhar aos 17 minutos, saindo nos pés de Rafinha. Oswaldo de Oliveira, então, resolveu agir, preenchendo mais seu meio-campo ao trocar Maikon Leite por Victor Luis.

O ajuste tático, aliado ao cansaço adversário, deu tranquilidade. A lamentar, apenas uma linda troca de passes aos 25, quando Robinho tabelou com Lucas e Leandro Pereira e parou nas mãos do goleiro Felipe Alves. Além do gol de Rafinha, que entrou livre na grande área para descontar para o Audax, já aos 48 minutos do segundo tempo.

Gazetaesportiva.net

Sesap divulga dados da dengue no RN em 2014

O RN apresentou 13.369 casos notificados como suspeitos de dengue, entre o início de 2014 até o dia 03 de janeiro de 2015, o que aponta uma queda de 46,45%, em comparação ao total de notificações referentes ao ano de 2013 (24.965 casos). Os números foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, e são referentes à Semana Epidemiológica nº 53. 

Quanto aos óbitos, foram notificados 41 casos suspeitos, dos quais se confirmaram 25. Esses dados mostram uma redução de 21% em relação ao ano de 2013, quando foram registrados 52 casos suspeitos. A letalidade da doença também caiu: de 28,68%, em 2013, passou para 16,34%, em 2014, correspondendo a um decréscimo de 43,02%. Do total de municípios do RN, 55 apresentam alta incidência da doença, 34 estão com média, 62 com baixa e 16 com incidência silenciosa. 

No entanto Kristiane Fialho, da equipe técnica do Programa Estadual de Controle da Dengue, alerta que “é importante a população tomar os cuidados básicos de prevenção: armazenar a água parada com proteção, limpar periodicamente as caixas d’água, deixando-as tampadas, evitar recipientes que acumulem água, prestar mais atenção a possíveis depósitos de água, como pneus e telhados, além de armazenar corretamente o lixo e não jogá-lo em terrenos baldios”. 

Novas tecnologias contra a dengue Preocupados em fortalecer o combate ao mosquito Aedes aegypti no Rio Grande do Norte, os secretários da Sesap, Ricardo Lagreca e Marconi Lima da Rocha receberam na manhã desta quinta-feira (29) uma comitiva de pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnologia em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Na ocasião o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim apresentou aos secretários o projeto de desenvolvimento de um software para potencializar o trabalho de combate à proliferação do mosquito transmissor da dengue e da febre chikungunya nos municípios potiguares. 

Para o titular da Sesap, Ricardo Lagreca, a parceria com o LAIS é importante porque vai agregar novas tecnologias e metodologias que estão sendo desenvolvidas para melhorar o Sistema Único de Saúde (SUS), como a otimização de recursos públicos e uma maior agilidade dos processos de trabalho. “Vamos iniciar com a implantação do software Observatório Norte-rio-grandense da Dengue, que potencializará o trabalho que é feito atualmente pela Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap e municípios, para em seguida ampliarmos o sistema para monitoramento de outras doenças e agravos. Com o suporte das novas tecnologias daremos um novo olhar para a promoção e a assistência a saúde em nosso estado”, destaca. 

Já o secretário adjunto Marconi Lima da Rocha explica que o LAIS foi convidado a participar dessa parceria com a Sesap porque tem a chancela do Ministério da Saúde na área de pesquisa para inovação do SUS. Atualmente o Hospital Universitário Onofre Lopes, onde fica a sede do laboratório é a principal referência e indutor do processo de pesquisas na área, atualmente possui um dos melhores sistemas de arquivamento de imagens médicas do Brasil, no âmbito da rede de hospitais públicos. “Então na próxima reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) apresentaremos a proposta do software aos municípios, para desencadearmos o processo de desenvolvimento e implantação do projeto com as devidas colaborações”. 

Além dos secretários, participaram da reunião a coordenadora de Promoção da Saúde da Sesap, Cláudia Frederico e os pesquisadores do LAIS/UFRN, Ricardo Valentim, Hélio Roberto, Bruno Gomes e Custódio Guerreiro.

ASSECOM/RN

Carnê de licenciamento de veículos 2015 pode ser pago fora do Detran


O calendário de Licenciamento de Veículos referente ao exercício 2015, que inclui a taxa de licenciamento, IPVA e DPVAT(seguro obrigatório) já está disponível no site do Detran (www.detran.rn.gov.br). 

A tabela indica que o primeiro grupo será o dos veículos com finais de placa 1 e 2, que deverão realizar a quitação da taxa até os dias 19 e 20 de fevereiro, respectivamente. O calendário tem seu término, referente ao pagamento da taxa, no dia 10 de julho, no caso dos carros com final de placa zero. 

Se porventura, se aproximar o dia do vencimento e o proprietário do veículo não receber o carnê do Licenciamento, via Correios, ou se preferir não esperar pela chegada do carnê e antecipar o pagamento, ele tem as seguintes opções, que representam comodidade e economia de tempo: Basta acessar a página do Detran na internet, digitar o número da placa e Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e seguir os procedimentos para ter acesso ao boleto. Também pode se dirigir ao correspondente bancário da rede PagFácil. Já os correntistas do Banco do Brasil podem efetivar o pagamento diretamente no caixa eletrônico, sem precisar do boleto bancário. 

Para o diretor Geral do Detran, Marcos Freire, essas opções são mais um facilitador para o cliente do Detran, que não precisa necessariamente ir à sede do Detran para realizar o pagamento de seus débitos no correspondente bancário existente. Isto contribui para reduzir a fila, que tanto incomoda o cidadão.

ASSECOM/RN

Água Nova-RN: SEMAS, em parceria com a PM, fez distribuição de cestas básicas

por Mazinho Capote


O comando do destacamento policial do município de Água Nova-RN, integrante da jurisdição do 7º BPM, sediado em Pau dos Ferros, na pessoa do sargento Fagundes, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, desenvolveram uma ação beneficente que contemplou seis famílias do município com cestas básicas.

Os recursos para aquisição dos gêneros alimentícios foram oriundos de multas e infrações às leis.

A SEMAS utilizou como critério para escolha, famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que estão inseridas no Cadastro Único do Governo Federal. 

A titular da Secretaria Municipal de Assistência Social, Tássia Rochelli, parabenizou o sargento Fagundes pela iniciativa e o bom trabalho desenvolvido no município, “que, de forma simultânea, visa sempre melhorar a segurança da nossa cidade e a qualidade de vida dos água-novenses”.

Ainda de acordo com a Secretária, é possível que esta atividade seja pioneira no RN e espera que outros destacamentos do interior potiguar sigam o exemplo e convertam recursos provenientes de infrações em benefícios para a comunidade.

Blog do Capote

Contas de luz terão novamente bandeira tarifária vermelha em fevereiro

Em janeiro, a bandeira também foi vermelha, por causa do uso intenso da energia de termelétricas.

Sabrina Craide, Agência Brasil,

Em fevereiro, os consumidores brasileiros vão pagar novamente um adicional de R$ 3 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) de energia consumidos. Pelo segundo mês, estará em vigor a bandeira tarifária vermelha para todas as regiões, exceto para os estados do Amazonas, Amapá e de Roraima.

O sistema de bandeiras tarifárias, que permite a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com o custo de geração de energia, entrou em vigor no início de janeiro. No primeiro mês do ano, a bandeira também foi vermelha, por causa do uso intenso da energia de termelétricas, que é mais cara do que a gerada por usinas hidrelétricas.

As bandeiras funcionam como um semáforo de trânsito, com as cores verde, amarela e vermelha para indicar as condições de geração de energia no país. Se for um mês com poucas chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estarão mais baixos, por isso, será necessário usar mais energia gerada por termelétricas.

Quando a conta de luz vier com a bandeira verde, significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos, portanto, a tarifa de energia não terá acréscimo. Se vier com a bandeira amarela, é sinal de atenção, pois os custos de geração estão aumentando. Nesse caso, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos. Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração naquele mês está mais alto, com o maior acionamento de termelétricas, e haverá um adicional de R$ 3 a cada 100 kWh.

Segundo a Aneel, com o sistema de bandeiras tarifárias, o consumidor poderá identificar qual a bandeira do mês e reagir a essa sinalização com o uso inteligente da energia elétrica, sem desperdício.

no minuto.com

Governo estadual anuncia ações de enfrentamento à seca

Robinson Faria promete o funcionamento dos 1.700 poços já perfurados no RN, e que ainda não estão sendo utilizados.

Da redação,
Raynne Mainara e Demis Roussos
Governador reuniu equipe para apresentar ações de combate à seca que afeta o interior do Rio Grande do Norte.
Para discutir as ações de enfrentamento à seca que afeta o interior do estado, o governador Robinson Faria convocou uma reunião emergencial nesta sexta-feira (30), na sede da Governadora. 

Na pauta o colapso no abastecimento de água nos municípios. Para amenizar a situação, o governo anunciou uma medida emergencial, que frisa ser a médio e longo prazo. “Existem em todo o Estado 1.700 poços perfurados que ainda não entraram em funcionamento e vamos providenciar o mais rápido possível a instalação e equipagem desses poços", disse.

Sobre a possível suspensão da operação carro-pipa por parte do Exercito, o gestor garantiu o serviço. “Manteremos os convênios com carros-pipa”, pontuou o governador.

ROB-H1
A ameaça de suspensão da Operação Carro-Pipa no Rio Grande do Norte foi controlada após a articulação da senadora Fátima Bezerra (PT) junto ao Ministério da Integração que através do general Adriano Pereira reabriu o crédito para continuidade do programa. 

A Senadora diplomada, Fátima Bezerra também trabalhou para manter a operação em articulação com o prefeito de Mossoró e presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) Francisco José Junior (PSD) junto ao Ministério da Integração, que confirmou a sequência dos serviços e informou que o efetuará o pagamento ao Exército na próxima semana e ainda anunciou a ampliação do Programa no estado.

No Rio Grande do Norte o decreto de situação de emergência é válido para 152 dos 167 municípios, sendo que oito estão em situação de colapso sem água. No que se refere ao abastecimento das cidades, 116 municípios - principalmente em áreas rurais - estão sendo abastecidos por mais de 500 carros-pipa.
ROB-HHHH
Outra medida destacada pelo governo foi a conclusão da Adutora do Alto Oeste, que de acordo com o secretário da Semarh, Mairton França, já poderá entrar em funcionamento parcialmente, até que sejam concluídos os 7% restantes de sua obra.

O governo também anunciou vai buscar recursos junto aos Ministérios das Cidades e da Integração para o enfrentamento à estiagem prolongada no interior do Rio Grande do Norte. Para isso, todos os órgãos envolvidos já estão com diagnósticos prontos sobre a situação da seca no Rio Grande do Norte para que sejam apresentados junto ao Governo Federal.

Uma campanha educativa de uso consciente da água, mas com foco nas áreas onde existe água: Natal e Grande Natal também está prevista.

Participaram da reunião os gestores e equipe técnica da Caern, Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Instituto de Gestão das Águas (Igarn), Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape) e Instituto de Defesa de Inspeção Agropecurária do RN (Idiarn).

Igarn
Na reunião a recém empossada diretoria do Instituto de Gestão de Águas (IGARN) apresentou as medidas de competência do órgão para o planejamento de enfrentamento à seca, que consiste no controle e fiscalização de pontos e demandas de água. 

“Mostramos que intensificamos as vistorias nas áreas onde foi constatada escassez de água para saber o que pode ser feito no controle do desperdício e na busca por soluções visando equalizar o consumo”, explicou o diretor-presidente do órgão, Josivan Moreno Cardoso.

Ainda segundo o presidente, os técnicos do órgão já estão indo a campo e na próxima semana será possível constatar os primeiros resultados das áreas que apresentaram uso irregular da água.

Situação do RN
Estão em colapso as seguintes cidades: Antonio Martins, João Dias, Luís Gomes, Paraná, São Francisco do Oeste, São Miguel e Tenente Ananias (Regional de Pau dos Ferros) e Carnaúba dos Dantas (Regional de Caicó). 

Além delas, outras três cidades estão com abastecimento da Caern em caráter de rodízio de 24/48 horas, são elas: Acari, Caicó e Currais Novos.

no minuto.com

Pau dos Ferros-RN: Pai de Santo recebe polícia a bala e acaba morto

Confronto aconteceu na zona rural do município, oficial da PM saiu ferido.

PM’s da viatura de RP foram recebidos a bala por volta das 15:00 horas desta quinta-feira(30), no Sítio Areias na zona rural do município de Pau dos Ferros/RN. Os Policiais Militares foram acionados por um vizinho que estava sendo ameaçado pelo Pai de Santo. Na ação ele acabou sendo morto, após atirar contra o Tenente Luciano Costa, que foi atingido nas regiões: frontal, orbitarias, terço médio do braço direito e dorsal da mão direita. 

O Pai de Santo identificado como sendo Roque Dário Medeiros, de 54 anos, foi ex-aluno soldado da PM RN e Fuzileiro Naval, sabia muito bem como usar uma arma de fogo. 

De acordo com informações Roque Dário há algum tempo vinha aterrorizando os moradores da comunidade do Sítio Areias, com medo os moradores ficavam calados e nesta sexta-feira, o mesmo fez ameaças a um vizinho que telefonou para um filho em Pau dos Ferros que pedia desesperadamente a presença da Polícia que estava prestes a ser morto, o filho foi até o 7º BPM e comunicou o fato aos policiais, o Tenente Luciano assumiu o comando da RP e foi ao local quando desceu da viatura solicitou que o suposto acusado saísse do interior de sua casa, quando este saiu por uma porta lateral surpreendeu o oficial efetuando um disparo de arma de fogo de calibre 20, mesmo atingido e sangrando ocorreu o revide pelos PM’s culminado com a morte do Pai de Santo, na casa foram encontradas outras armas de fogo. 

Uma equipe do ITEP/RN compareceu ao local para os procedimentos de praxe. 

O oficial foi socorrido para o HRCCA pelos companheiros e após ser atendido pelo médico plantonista, quatro horas depois foi transferido para capital potiguar por um helicóptero acompanhado de um médico e um enfermeiro. 

O estado de saúde do oficial PM é considerado ótimo. 

Vale destacar a dedicação e eficiência dos plantonistas do HRCCA, diante de tantas dificuldades que vive a saúde, eles merecem nossa gratidão.

Da Redação
Com informações e fotos NPRN

Delegacia de Santana do Matos-RN investiga vídeo com fotos de adolescentes nuas


A Polícia Civil está investigando, em Santana do Matos, a circulação de um vídeo nas redes sociais, contendo fotos de adolescentes nuas ou ainda de jovens de biquíni. De acordo com a delegada Paola Maeus, a equipe da delegacia está ciente do caso e trabalhará para identificar o autor da montagem ou até mesmo quem divulgou nas redes sociais.

“Na semana passada, pais de uma das adolescentes procurou a delegacia, mas acabaram não querendo registrar o boletim de ocorrência, talvez por constrangimento. Porém, tomamos conhecimento que essas imagens estão sendo divulgadas nas redes sociais e vamos investigar, porque é crime”, comenta a delegada.

Até mesmo uma jovem que mora em Natal e que terá identidade preservada foi surpreendida com uma foto sua de biquíni nessa montagem. “Entraram no facebook, talvez, pegaram uma foto minha na praia e colocaram nessa montagem com outras meninas, algumas nuas, e até mesmo uma menina de 13 anos aparece nesse vídeo”, afirma.

A jovem contou ao Portal BO que procurou um advogado e irá entrar com ação para processar os responsáveis. Segundo a delegada Paola Maeus, esse não é o primeiro caso envolvendo divulgação desse tipo nas redes sociais. “Recentemente, tivemos o caso de uma jovem, em Santana do Matos, que o ex-namorado divulgou imagens dela nua. Até mesmo imagem de um homem já idade nu foram divulgadas”, destaca.

Neste último caso, como envolve adolescentes, a delegada afirma que o crime se torna ainda mais grave. Ela explica que, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), em seu artigo 241-A, é crime: “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”.

A pena para esse tipo de caso é de três a seis anos de prisão e multa. “Infelizmente, muitas dessas adolescentes se expõem ingenuamente, até mesmo por falta de instrução. O resultado é esse, a imagem delas sendo expostas por pessoas mal-intencionadas”, completa a delegada.

O Jornal de Hoje

Executado: Cadáver de taxista desaparecido é retirado de cova nas dunas de Pitangui


Responsável pelo crime era conhecido da vítima e teve participação em assaltos


Foto: José Aldenir
Foto: José Aldenir

A busca pelo taxista André Ricardo dos Santos, de 26 anos, desaparecido desde setembro de 2014, terminou da pior maneira na noite dessa quinta-feira (29). O corpo dele foi encontrado em uma cova improvisada nas dunas de Pitangui, no município de Extremoz, na Grande Natal. O suspeito do crime era conhecido da vítima e também responsável por assaltar uma loja de roupas em Morro Branco.

Caio Victor de França, de 23 anos, foi preso na manhã de quinta-feira e, logo em seguida, confessou que participou do assassinato de André Ricardo. “Eles nos mostrou exatamente onde estava a cova do André. Se ele não nos tivesse passado a informação, provavelmente nós nunca teríamos encontrado o corpo do André”, disse o delegado Ben Hur Medeiros, titular da Delegacia de Capturas (Decap), durante entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira.

André desapareceu na noite do dia 25 de setembro passado, quando recebeu um telefonema para fazer uma corrida até Pitangui. “O Caio Victor conhecia o André. Quando os dois chegaram em Pitangui, o Caio mandou o André descer. Tanto que o carro não tem manchas de sangue. Ele deu o primeiro tiro na perna, depois quatro no tórax e outro na cabeça”.

A cova onde André foi enterrado tinha mais de 1 metro de profundidade e foi feita antes do crime, que pode ter acontecido por acerto de contas. “Na verdade o Caio falou que a cova foi cavada antes, ou seja, o crime foi todo premeditado. O Caio nos relatou que o André devia mais de R$ 2 mil para ele e que o matou por causa de um acerto de contas, mas ele não falou que tipo de dívida era essa”, disse Ben Hur, que agora investiga se o crime ocorreu por causa do tráfico de drogas. “Nós sabemos que o Caio Victor também traficava drogas na região. Ou seja, ele era assaltante, traficante e também assumiu um assassinato. Contudo, essa questão do tráfico de drogas é algo que nós ainda iremos investigar.

De acordo com o delegado, o corpo de André praticamente era apenas uma “ossada”. As pernas dele estavam amarradas com um cinto, que era do próprio André. “O Caio Victor foi muito frio. No depoimento, em nenhum momento ele demonstrou arrependimento e detalhou exatamente o que aconteceu”.

A mãe da vítima, a aposentada Luzia Ribeiro dos Santos, de 75 anos, disse que já “sentia” que o filho estava morto. “Eu rezava todos os dias para que esse sofrimento acabasse, mas eu sabia que ele estava morto. Até por isso estou conformada. É uma tristeza muito grande para mim. Na verdade, ele é meu neto, mas minha filha não tinha como criá-lo e eu que o criei desde pequeno, por isso, o considerava como um filho. É uma tristeza muito grande, mas não tem mais nada que possa fazer”.

Luzia ainda afirmou que, em várias oportunidades, pediu para que o filho não aceitasse essas viagens no período da noite. “Esse carro que ele andava era alugado de um outro filho meu. O André sempre fazia essas viagens noturnas. Ele disse que ganhava mais dinheiro assim. Mas eu cansei de pedir para ele deixar de fazer essas viagens. Falei que era perigoso, que era melhor ele ficar em casa. Mas ele não me atendeu e, infelizmente, tiraram a vida do meu filho”.

Por fim, a senhora lembrou da última vez que viu o filho com vida. “Ele era junto com uma mulher e tinha uma filha de quatro anos. A mulher dele teve outra menina. Aí ele veio me contar que iria fazer essa corrida para Pitangui. Eu falei para ele não ir, para ele ficar em casa com a filhinha dele, mas ele disse que precisava do dinheiro. Chamaram o meu filho para a morte”.

Suspeito de outros crimes

Apesar de ter confessado participação no assassinato, a Polícia Civil só conseguiu chegar até Caio Victor por outro crime que ele cometeu. Também em 2014, o acusado e mais dois comparsas assaltaram uma loja de roupas em Morro Branco. “Os delegados sempre se comunicam. Eu estava investigando Caio Victor, mas não tinha informações suficientes para prendê-lo. Mandei a foto dele para outros delegados e Herlânio (titular da Furtos e Roubos) disse que o Caio aparecia em um vídeo de um assalto a essa loja”, explicou Ben Hur.

Com as novas informações, nessa quinta a polícia deflagrou a “Operação Roupa Nova”, que culminou com a prisão de Caio Victor e também de outro comparsa que aparece nas imagens das câmeras de segurança do estabelecimento. “O prejuízo da loja foi de mais de R$ 20 mil. No momento da prisão, Caio estava vestindo uma das camisas que ele levou da loja. Na residência dele também tinham outros produtos. Ele disse que ficou com três sacolas do roubo e conseguiu vender os produtos por R$ 600″, disse Herlânio Cruz.

O comparsa de Caio Victor, que foi preso e identificado pelas vítimas, não teve o nome divulgado pela polícia. O outro bandido ainda não foi identificado. “Também prendemos a Gislaine Oliveira, de 18 anos, que era companheira do Victor. Ela foi presa por interceptação, já que ela estava na residência no momento da prisão”.

Portal BO

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

José da Penha-RN: População faz manifesto nas ruas da cidade pela a Permanência do Reverendíssimo Padre José Rogério Quirino.


José da Penha-RN: Cidade encontra-se ressentida com a saída do pároco José Rogério Quirino da Paróquia de São Francisco, que abrange também os municípios de Água Nova e Riacho de Santana. 

Sem entrar no mérito das causas que proporcionaram este acontecimento, o fato é que toda a população jotapenhense expressaram toda a sua solidariedade para com a  paróquia que tem exercido importante papel diante do povo católico de José da Penha. 

Que soluções urgentes possam ser adotadas e a Paróquia de São Francisco possa ter a sua condição de normalidade reestabelecida. 

Rezemos para que tudo se resolva da melhor maneira possível.


Da Redação
Com informações do Nossa José da penha

Água Nova-RN: Prefeita Rafaela Carvalho visita obras da Praça do Cruzeiro

A Prefeita Rafaela Carvalho visitou dias atrás obras da cidade de Água Nova. Primeiro a Praça do Cruzeiro que recebeu verba para a realização de seu término. Situada na Rua Mariana Guilhermina da Conceição no Centro, saída para Riacho de Santana nela estão sendo investidos recursos do Ministério do Turismo da ordem de R$ 69.325,89 para essa fase final da construção da obra, que tem grande importância para a nossa cidade, histórica e religiosa.


Água Nova-RN: Segundo EMPARN município obteve índice de chuvas normais em 2014.

Água Nova-RN, vista panorâmica - Foto: Google earth

De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, a EMPARN, o município de Água Nova/RN obteve um índice normal de chuvas acumuladas, em 2014, com 796,6mm. Da Microrregião da Serra São Miguel apenas Água Nova e Coronel João Pessoa obtiveram os índices considerados normais.

Ainda de acordo com o órgão, as chuvas para o Semiárido do NE tem probabilidade de 45% de ser abaixo do normal em 2015, previsão que não agrada agricultores e pecuaristas da região.

veja gráficos divulgados pela EMPARN:

ÁGUA NOVA NEWS/EMPARN

Cálculo do Banco Central prevê alta de 27,6% na energia elétrica

Brasília (AE) - A forte revisão da projeção para os preços administrados feita ontem pelo Banco Central revela a dificuldade do governo para evitar o estouro do teto da meta de 6,5% para a inflação em 2015. O cálculo do impacto desses itens, puxados principalmente pela previsão de alta de 27,6% na energia elétrica e de 8% na gasolina, ficou maior até do que a estimativa feita quatro dias antes pelo mercado financeiro no boletim Focus. O “tarifaço” em curso elevou de 6% para 9,3% a previsão de reajuste dos preços monitorados pelo governo. Mesmo assim, o Comitê de Política Monetária (Copom) conseguiu enxergar que está mais fácil agora atingir o centro da meta de 4,5% no próximo ano. Por trás dessa perspectiva positiva para o longo prazo detalhada na ata da reunião do Copom, que elevou a taxa básica de juros de 11,75% para 12,25% ao ano, está a crença do BC nos efeitos da política fiscal.
Alex RégisReajustes da gasolina e da energia elétrica aumentam custos de produção, que são transferidos para o ponto final do consumoReajustes da gasolina e da energia elétrica aumentam custos de produção, que são transferidos para o ponto final do consumo

Os diretores da instituição entendem que, se o Ministério da Fazenda entregar a prometida economia de recursos para pagar juros da dívida, o efeito da elevação dos juros será transmitido aos preços de forma “plena”. Ou seja, será mais eficaz. Até agora, porém, os avanços no combate à inflação ainda não se mostram suficientes, segundo o Copom. O documento citou como exemplo as projeções para a inflação, que, como já havia salientado o presidente do BC, Alexandre Tombini, começaram a recuar. Ainda assim, a ata não trouxe a principal mensagem passada pelo Relatório Trimestral de Inflação de dezembro: que o comitê faria “o que fosse necessário” para trazer a inflação a 4,5% em 2016.

Na ata, os diretores repetiram um trecho da edição anterior: “O comitê não descarta a ocorrência de cenário que contempla elevação da inflação no curto prazo, antecipa que a inflação tende a permanecer elevada em 2015, porém, ainda este ano entra em longo período de declínio”.

Um dos pontos que pode ajudar nessa redução ainda em 2015 é a queda do preço do petróleo no mercado internacional. Na avaliação do BC, haverá alguma transmissão para a economia doméstica, tanto por meio do setor petroquímico quanto das expectativas de inflação. Isso ocorrerá, de acordo com o documento, sem considerar o impacto no preço da gasolina, que subirá 8% neste ano. Esse cenário se dará, ainda de acordo com a autarquia, em um ambiente de crescimento abaixo do potencial - o BC abandonou a avaliação feita na ata de dezembro, de que haveria uma retomada da atividade a partir do segundo semestre deste ano.

Com um quadro catastrófico para o curto prazo, mas de algum alívio no fim do próximo ano, o Copom deixou a pulga atrás da orelha dos economistas sobre seus próximos passos. O consenso é o de continuidade do ciclo de alta de juros, iniciado em outubro Mas a intensidade da próxima alta da Selic e a duração desse ajuste ainda são pontos de divergência. 

Levantamento realizado pelo Broadcast - serviço de tempo real da Agência Estado - logo após a divulgação da ata revela que, para 23 de 37 casas do mercado financeiro consultadas, o ciclo de aperto monetário deve se encerrar em março, sendo que 21 preveem a taxa em 12,50% e outras duas, em 12,75%. 

O outro grupo, de 14 participantes, vê o aperto monetário sendo finalizado em abril, com o maior número (13) de economistas estimando a taxa em 13,00% e uma única casa aguardando o juro em 13,25%.

Tribuna do Norte

Selecionados no Sisu podem fazer matrícula a partir de hoje

O candidato deverá verificar, na instituição em que foi aprovado, o local, horário e os procedimentos para a matrícula.


A partir de hoje (30), os candidatos selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) devem providenciar a matrícula nas instituições de ensino. O prazo vai até terça-feira (3). O candidato deverá verificar, na instituição em que foi aprovado, o local, horário e os procedimentos para a matrícula.

O Sisu seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, o Sisu oferece 205.514 vagas em 5.631 cursos, em 128 instituições. O sistema registrou quase 2,8 milhões de inscritos.

Aqueles que não foram selecionados na primeira opção de curso poderão aderir à lista de espera do sistema. Para isso, deverão acessar o boletim pessoal na página do Sisu e clicar no botão correspondente à participação na lista. O prazo de adesão vai até 6 de fevereiro.

Os selecionados na segunda opção de curso poderão fazer a matrícula e ainda assim participar da lista de espera para a primeira opção.

A lista com os selecionados está disponível na página do programa desde segunda-feira (26). Os candidatos em lista de espera serão convocados pelas instituições a partir do dia 11.

Emater alerta para necessidade de renovar subsídio do milho para enfrentamento da seca

Inverno irregular já preocupa os produtores rurais de todo o NE, devido à redução na produção de grãos para alimentar o gado

Descarga-de-Milho-no-armazem-da-CONAB-WR----(23)
Marcelo Lima
marcelolimanatal@yahoo.com.br

Apesar de ainda ter reservatórios de água em uma posição confortável, a Região Metropolitana de Natal sente o impacto da seca, principalmente, pelo aumento do preço dos produtos agrícolas. E neste ano, além de ter uma forte perspectiva de seca para o Nordeste, outras regiões do Brasil também terão problemas com a falta d’água para produção na zona rural.

Diante dessa situação, o governo do RN já começa a se articular. Uma das medidas propostas para o plano de enfrentamento aos efeitos da seca será o retorno do subsídio do milho para o produtor rural. A decisão é do governo Federal, por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), mas o governo do Estado é quem apresenta a demanda.

“Todos os criadores precisam do milho. Então, o preço de mercado sobe bastante. Sem o subsídio, teríamos também um aumento significativo no preço da carne e leite” explicou César Oliveira, diretor geral da Emater no Rio Grande do Norte.

No início da semana, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara), o Instituto de Gestão de Águas (Igarn), Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural se reuniram novamente. “Estamos tomando providências pra disponibilizar também forragem e ração em parceria com o governo Federal”, falou Oliveira.

Com o fim do subsídio, no primeiro mês desse ano, o milho já registrou uma alta significativa em todo o Nordeste. Os maiores alvos dessa política, que trazia o grão do centro-oeste para a nossa região eram os pequenos e médios produtores. O que garantia o subsídio era uma portaria que expirou no dia 31 dezembro de 2014.

O economista Zivanilson Silva também corrobora com a posição do diretor-geral da Emater. “Havendo uma redução da produção em função das ações climáticas, a conseqüência direta é a inflação dos preços dos produtos que têm a demanda reduzida”, completou.

Outra preocupação do professor de economia da UFRN é que a escassez se generalizou pelo Brasil, tornando a pressão sobre os preços dos produtos ainda mais inescapável. “A seca que, anteriormente se restringia mais a uma região, agora se alastra pelo Brasil”, considerou. Em alguns Estados da região Sudeste, as lavouras irrigadas começam a sofrer medidas de restrição por parte dos órgãos gestores dos recursos hídricos.

Para Silva, os governos estaduais também têm função importante tanto no âmbito assistencial quanto na dinamização da economia num ano difícil como promete ser 2015. “O empréstimo do governo Estadual a Banco Mundial ocorreu em um momento muito bem-vindo”, avaliou. O plano de ação para utilizar o dinheiro prevê, entre outros pontos, ações estruturantes de convivência com a seca. Por outro lado, as grandes obras e a injeção desses valores na economia durante um ano,, que pode ter um crescimento não maior que 0,5%, também serve para dinamizar a economia local e gerar empregos.

As principais armas para o combate à inflação estão concentradas nas mãos do governo federal. Além do subsídio aos produtores, há o controle inflacionário por meio do juro básico da economia (a taxa Selic) e a própria política fiscal. “Mas a política fiscal só mostra resultados a longo prazo, de seis meses a um ano. Acredito que neste ano, o governo Federal terá que ter um olhar bem mais detido para o controle inflacionário”, analisou.

O professor também acredita que diante de tantos problemas hídricos e econômicos do país, o governo Federal ultrapasse o teto da meta da inflação e também não atinja o objetivo de crescimento para o ano (0,4%). Vale lembrar que com juros mais altos, toda a economia fica inibida, o crédito é reduzido e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) também.

O Jornal de Hoje

TCE: Rosalba Ciarlini violou a LRF e deu causa a atrasos de salários na folha do Estado

Corpo técnico do Tribunal responsabiliza ex-governadora e ex-secretários por atraso e violação a LRF

87op785op5
Um ano após ser iniciada a pedido do Ministério Público de Contas (MPC), a inspeção extraordinária realizada nas contas do Governo do Estado apontou o que parecia óbvio para muitos: foi a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e seus dois ex-secretários Alber da Nóbrega e Obery Rodrigues, os responsáveis por causar o contínuo atraso de salário no Executivo estadual. A informação foi confirmada pelo Tribunal de Contas do Estado, autor da inspeção, que apontou “série de impropriedades e irregularidades no planejamento e execução orçamentária”.

Tanto é que, na manhã de hoje, o procurador-geral de Contas, Luciano Ramos, tomando como base o relatório de auditoria, pediu a citação de Rosalba Ciarlini e dos ex-secretários para apresentarem defesa acerca das irregularidades apontadas pelo corpo técnico, além da formação de três novos processos para apurar a existência de funcionários com carga horária acima do limite permitido, pagamento de GTNS acima do percentual de 100% dos vencimentos e pagamento excessivo de horas suplementares. A relatora do processo é a conselheira Maria Adélia Sales para cujo gabinete será enviado o pronunciamento do MPC.

Segundo o relatório do corpo técnico, o Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Norte, acima do limite prudencial de gastos com salários nos anos de 2013 e 2014, não poderia assumir mais despesas com pessoal por conta de limitações impostas pela LRF. Naquele período, conforme Relatórios de Gestão Fiscal emitidos pelo próprio Executivo, a porcentagem da despesa total com pagamento de pessoal oscilou entre 48,22% e 48,79% da receita corrente líquida, quando o percentual fixado pela lei é de 46,55%.

Mesmo durante o período no qual o Poder Executivo estava acima do limite prudencial de gastos com pessoal ocorreram pelo menos seis violações à Lei de Responsabilidade Fiscal, como a concessão de aumentos, reajustes, criação de cargos, entre outras. Essas concessões foram realizadas sem o necessário estudo prévio dos impactos financeiros sobre o custo da folha de pagamento, contrariando, mais uma vez, o que determina a LRF.

Na avaliação do corpo técnico, mesmo na situação de dificuldade fiscal, o Executivo concedeu aumentos salariais a servidores públicos a partir de 14 leis complementares de sua própria iniciativa, desobedecendo as exigências da LRF sobre o tema.

Da mesma forma, criou por lei 802 novos cargos e funções, além de reestruturar também, mediante sete leis, diversas carreiras de categorias de servidores, o que, segundo a auditoria, provocou impacto nas contas públicas. Outros problemas encontrados foram os crescentes pagamentos por meio de decisões judiciais que em setembro de 2014 atingiram R$ 8,4 milhões.

FOLHA

Ao se deter sobre a folha de pagamento no período de janeiro a setembro de 2014, os técnicos do TCE encontraram casos de acúmulo irregular de cargos, com uma média 4.445 servidores com carga horária superior a 60 horas semanais – carga horária máxima permitida pela legislação vigente -, o que totaliza cerca de R$ 14,7 milhões de gastos mensais.

A análise da folha de pagamento do Estado traz ainda uma média de 844 servidores com três ou mais vínculos mensais, o que configura uma situação de irregularidade. O gasto mensal com esses servidores é de cerca de R$ 3,9 milhões.

No que diz respeito ao planejamento orçamentário e financeiro, a auditoria verificou que houve, no ano de 2013, um superdimensionamento da estimativa das receitas do Estado e que não houve frustração no montante declarado no Decreto nº 23.624, editado pelo Governo em 2013, determinando um corte de 10,74% nas despesas orçadas em todos os poderes e órgãos autônomos integrantes da estrutura orgânica do Estado.

Ao mesmo tempo, em 2013, o Executivo contava com um saldo negativo de quase R$ 80 milhões na fonte responsável pelos dispêndios ordinários (Fonte 100) – cujos recursos não são carimbados e podem ser usados livremente.

O Jornal de Hoje

Integração assume pagar débito e Carro Pipa continua no RN

A senadora Fátima Bezerra, do PT, informou ao prefeito Francisco José Junior, de Mossoró, e presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN), que o governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, garante pagar ao Exército para continuar e até ampliar o Programa do Carro Pipa no Rio Grande do Norte. O pagamento deve ser feito até o no máximo na próxima semana.


Veja mais

Fátima Bezerra informou que a Secretaria de Planejamento já incluiu os recursos para efetuar o pagamento. Em nota, o Ministério da Integração Nacional informa que a Operação Carro-Pipa do Governo Federal segue em pleno andamento.

Ao todo, 116 municípios (especialmente áreas rurais) estão sendo abastecidos por 526 carros pipas. Em Mossoró, o prefeito Francisco José Junior disse que seriam prejudicados mais de 100 comunidades rurais, que estão dependendo, principalmente de carros pipas.

“Ressalta-se que a operação federal pode ser ampliada no Estado. Para isso, os municípios ainda não contemplados podem solicitar, em qualquer tempo, a sua inclusão à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional. “Esta é uma notícia muito boa que a senadora nos repassa”, destaca Francisco José Junior.

A nota do Ministério da Integração Nacional informa “todos os pedidos, desde que atendam aos critérios estabelecidos pela Portaria Interministerial nº 01/2012, serão encaminhados para o Exército Brasileiro, responsável por avaliar as necessidades e cadastrar os municípios”, informa à nota que foi distribuída a imprensa na tarde desta quinta-feira, 29. 

Atualmente, 6.371 carros circulam no Nordeste e no norte de Minas Gerais atendendo 756 municípios e 3.611.670 pessoas. Atualmente, no Estado do Rio Grande do Norte, a operação atende 116 municípios e beneficia 241.211 pessoas, por meio de 526 carros-pipa.

De Fato

Governo federal tem o primeiro rombo em suas contas desde 1997

Despesas do Tesouro superam as receitas em R$ 17,2 bi no último ano do 1º mandato de Dilma

Até setembro, equipe dizia ser possível fazer superavit de R$ 80,8 bi; neste ano, meta é economizar R$ 55,3 bi

GUSTAVO PATUDE 
BRASÍLIA

Foto: Reprodução Rede Globo

A presidente Dilma Rousseff fechou o último ano do primeiro mandato com um rombo nas contas do governo.

As despesas do chamado governo central (Tesouro, BC e Previdência) com pessoal, programas sociais, custeio e investimentos superaram as receitas em R$ 17,2 bilhões.

Com o impulso do calendário eleitoral, os gastos foram acelerados e chegaram a R$ 1,031 trilhão; já a arrecadação, prejudicada pela fragilidade da economia e por medidas de alívio tributário, ficou em R$ 1,014 trilhão.

O governo teve de tomar dinheiro emprestado para cobrir compromissos cotidianos e obras de infraestrutura --em economês, houve deficit primário, de 0,3% do PIB.

Trata-se do primeiro deficit do gênero apurado pelo Tesouro desde 1997, quando teve início a série histórica.

Com outra metodologia, o Banco Central apontou um pequeno resultado negativo no caixa federal naquele ano.

Ainda mais sem precedentes é o contraste entre os números e a meta anunciada pela administração petista: até setembro, a equipe de Dilma sustentava que seriam poupados R$ 80,8 bilhões --um superavit primário-- para o abatimento da dívida pública.

CRISE GLOBAL

Chegou-se ao ápice de um processo de deterioração das contas públicas iniciado em 2009, quando o governo Lula enfrentou a crise global com aumento de gastos, redução de impostos e mais empréstimos nos bancos públicos.

Reeleita, Dilma declarou que a estratégia --cujas consequências incluem alta da inflação e do deficit nas contas externas-- chegou ao limite.

Isso significa uma ameaça à expansão de despesas como Previdência, Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida e investimentos em infraestrutura, que têm puxado o desequilíbrio orçamentário.

A nova equipe econômica já anunciou elevações de impostos, cortes no custeio e restrições à concessão de benefícios como pensões, seguro-desemprego e abono.

Ainda assim, permanecem dúvidas quanto à promessa de poupar R$ 55,3 bilhões neste ano, para conter a escalada da dívida pública.

Como informou o secretário do Tesouro, Marcelo Saintive, o governo herda R$ 226 bilhões em despesas pendentes de anos anteriores. Parte poderá ser cancelada, mas há gastos, como subsídios represados aos bancos públicos, que terão de ser executados.

Ele evitou críticas à gestão anterior, mas disse que a Fazenda trabalhará com "transparência, tempestividade e cumprimento de regras" para "recuperar a credibilidade".

Folha de São Paulo